quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Prefeitura do Rio tira de circulação 16 ônibus da linha 261, e novas empresas passam a operar a linha em pool.

Fonte parcial: http://g1.globo.com
Na estreia do quadro 'Povo Fala', do Bom Dia Rio, a reclamação do Anderson Luiz, de Marechal Hermes, no Subúrbio do Rio, virou solução, pois dezesseis ônibus da linha 261 foram retirados de circulação pela prefeitura.
Na garagem da empresa em City Rio Rotas Turísticas, em Anchieta, saiam nesta terça-feira (27), ônibus aparentemente em bom estado para circular,  bem diferentes dos que foram mostrados no Bom Dia Rio. Os veículos estavam sem parte do parabrisa, com o espelho retrovisor pendurado, pneu rasgado, paralamas quebrado, e no interior, bancos sujos ou em falta.
Todos eram ônibus da linha 261, que faz o trajeto Marechal Hermes-Praça XV. Logo após a reportagem ser exibida, o secretário Municipal de Transportes respondeu que faria uma fiscalização.
“Eu vou direto para a sede da City Rio, vamos recolher estes ônibus, vamos lacrar estes ônibus e eles só voltam a circular quando tiverem condições adequadas de serem chamados de ônibus. Vou chamar os responsáveis da CityRio e também do consórcio Internorte. Essa frota vai ser substituída, senão será cassada”, afirmou o secretário de Transportes Carlos Roberto Osório.
De acordo com a prefeitura, na segunda-feira (26) foram rebocados 13 ônibus, que foram levados para depósitos porque estavam com a documentação irregular ou sem condições de circular, e alguns desses sequer constavam registrados junto a Prefeitura, e portanto eram verdadeiros ônibus piratas. Outros três foram lacrados.
A partir de ontem, outras empresas do consórcio Internorte, Pavunense, Vila Real, Estrela e Novacap, estão completando a frota da linha 261.

Além disso, outra linha teve seu itinerário esticado para Marechal Hermes, e agora a linha 277, que também vai para a Praça Xv, passou a fazer ponto final na mesma rua em que a 261 tem seu ponto.

"A nossa garantia e a confiança é que nenhum ônibus fora de condições irá circular mais nessa linha. Iremos às últimas consequências, punindo essa empresa e exigindo ônibus adequados, para a nossa população”, disse o secretário de Transportes.

A equipe do Bom Dia Rio foi informada pelo porteiro da garagem da empresa City Rio de que os responsáveis estavam em uma reunião. O funcionário confirmou que alguns ônibus lacrados foram levados para o depósito. Os veículos terão que passar por reparos antes de voltar para as ruas.
A City Rio é o resultado da fusão de três antigas empresas de ônibus, Breda Rio, Auto Diesel e Via Rio, todas com histórico de multas e dívidas com a prefeitura.
Na época da formação dos consórcios, essas empresas que já faziam parte do mesmo grupo empresarial, e que haviam sido proibidas de participar da licitação, tiveram todas as suas linhas transferidas para a City Rio, empresa igualmente do mesmo grupo, e que já existia, tendo como único serviço a antiga linha turística da cidade.
Com essa engenhosidade, o grupo empresarial conseguiu participar da licitação e permanecer com todas as linhas que já operava.
Para a população que depende dos ônibus é preciso mais, e constante fiscalização, e não só quando há denuncias na imprensa ou quando ocorre um grave acidente.
Sobre o consórcio Internorte, a Secretaria Municipal de Transportes disse que aplicou 450 multas de janeiro a julho deste ano. Ainda segundo a secretaria, o referido consórcio tem até dez dias para apresentar uma solução definitiva para a linha 261.

2 comentários:

Fabio Da Silva Araujo disse...

Esse grupo empresarial sem dúvida é o que presta o pior serviço de transporte aqui no Rio. Exemplo da extinta Oeste ou Transportes Zona Oeste, seu Alvaro comprou a Oeste e a Algarve, porém guardou a Algarve no bolso e queimou a Oeste, quando houve a licitação usou a razao social que estava limpa, ou seja a Algarve, porém os ônibus eram da extinta Oeste.

Anônimo disse...

Pior linha de ônibus do RJ, TODOS parecem uma CARROÇA, vivem sujos, com barulho nos freios, portas que não funcionam, campahias que não tocam o aviso sonoro, sem falar nos motoristas que só dirigem em ALTA VELOCIDADE! Andar nesse 261 é como andar de TREM FANTASMA, assusta qualquer um!!! G.Michele